Seleção brasileira preparada para a WSL Founders´ Cup

Brasil team

Os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza, Filipe Toledo, Silvana Lima e a promessa Tainá Hinckel, formam o time do Brasil no evento especial por equipes na piscina de ondas de Kelly Slater

Faltam poucos dias para o evento inédito por equipes da World Surf League na piscina de ondas idealizada por Kelly Slater em Lemoore, na Califórnia, Estados Unidos. O primeiro WSL Founders´ Cup of Surfing será disputado nos dias 5 e 6 de maio, por cinco times formados por três homens e duas mulheres, do Brasil, Estados Unidos, Austrália, Europa e Mundo com surfistas de outros continentes. Cada equipe tem um capitão e o da “seleção brasileira” é Gabriel Medina, que vai competir junto com o também campeão mundial Adriano de Souza, Filipe Toledo, Silvana Lima e a jovem promessa catarinense, Tainá Hinckel, a mais jovem entre os 25 participantes, com apenas 14 anos de idade.

Adriano, foto Rowland

Por muitos anos, os brasileiros buscaram um espaço no cenário do surfe mundial, tradicionalmente dominado pelos australianos, norte-americanos e havaianos. Agora, o Brasil já está entre as grandes potências do esporte, com dois títulos mundiais consecutivos, vitórias nos principais palcos do circuito e neste ano se tornou o primeiro país a superar a maioria australiana na história da elite que disputa o World Surf League Championship Tour. A WSL reconheceu isso e o Brasil terá um time próprio nesta primeira competição por equipes da história, assim como a Austrália e Estados Unidos.

Medina, foto Morris

Toledo, foto Rowland

A expectativa é grande para a estreia da WSL Founders´ Cup apresentada pela Michelob ULTRA Pure Gold no Surf Ranch. Principalmente dos competidores, para surfar as ondas perfeitas da piscina criada por Kelly Slater, com chances iguais para todos, diferente das praias com toda a influência dos diversos fatores da Natureza. Os cinco componentes de cada time terão chances de pegar suas ondas para surfar as sessões de tubos, fazer manobras de borda e até aéreas também no Surf Ranch.

A World Surf League estará inaugurando um novo formato de competição e de apresentação de um evento especial como esse, com a garantia de ondas perfeitas em qualquer horário que as baterias forem marcadas. A WSL Founders´ Cup será transmitida ao vivo pelo www.worldsurfleague.com, mas ingressos também estão sendo vendidos ao público para conhecer toda a estrutura do Surf Ranch, preparada para receber a torcida também no interior da Califórnia.

Silvana, foto Morris

O dono da casa, Kelly Slater, é o capitão da equipe norte-americana, que também tem outro campeão mundial, John John Florence, além de Kolohe Andino, Carissa Moore e Lakey Peterson. John John e Carissa defendem a bandeira havaiana no World Surf League Championship, mas na WSL Founders´ Cup os times representam os países como nas Olimpíadas, então competem juntos pelos Estados Unidos.

Assim como nos times do Brasil e dos Estados Unidos, a Austrália também convocou dois campeões mundiais, o capitão Mick Fanning e Joel Parkinson, sem contar as meninas, a hexacampeã Stephanie Gilmore e a atual bicampeã Tyler Wright. Outra fera completa a equipe australiana, Matt Wilkinson.

Tainá, foto Bennett

O time da Europa é o único que tem uma capitã, Johanne Defay. Além dela, a equipe é composta pelo também francês Jeremy Flores, o português Frederico Morais, o italiano Leonardo Fioravanti e a alemã Frankie Harrer. Já a equipe Mundo será formada por dois surfistas da África do Sul, o capitão Jordy Smith e Bianca Buitendag, o japonês Kanoa Igarashi, o taitiano Michel Bourez e a neozelandesa Paige Hareb.

Mais notícias e informações da WSL Founders´ Cup no www.worldsurfleague.com

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager

———————————————————–

EQUIPES DA WSL FOUNDERS´ CUP OF SURFING:

BRASIL – Gabriel Medina (SP), Adriano de Souza (SP), Filipe Toledo (SP), Silvana Lima (CE), Tainá Hinckel (SC)
AUSTRÁLIA – Mick Fanning, Joel Parkinson, Matt Wilkinson, Stephanie Gilmore, Tyler Wright
ESTADOS UNIDOS – Kelly Slater (EUA), John John Florence (HAV), Kolohe Andino (EUA), Carissa Moore (HAV), Lakey Peterson (EUA)
EUROPA – Jeremy Flores (FRA), Frederico Morais (PRT), Leonardo Fioravanti (ITA), Johanne Defay (FRA), Frankie Harrer (ALE)
MUNDO – Jordy Smith (AFR), Michel Bourez (TAH), Kanoa Igarashi (JPN), Paige Hareb (NZL), Bianca Buitendag (AFR)

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=13168