Kolohe Andino e Laura Enever ganham o Hurley Australian Open of Surfing 2015

Kolohe Andino foto Owen

Kolohe Andino foto Owen

Os brasileiros Jessé Mendes e Michael Rodrigues ficaram nas quartas de final e dividiram o quinto lugar em Manly Beach, passando a figurar no G-10 do QS junto com Ian Gouveia

WSL South America
O norte-americano Kolohe Andino, 20 anos, é a sensação da World Surf League neste início de temporada. Ele já começou 2015 vencendo o WSL QS 1000 em casa na final com o brasileiro Ian Gouveia em Huntington Beach, na Califórnia. Agora, conquista o título do primeiro QS 6000 do ano na Austrália para ratificar a liderança no ranking do WSL Qualifying Series que garante os dez primeiros colocados no grupo dos top-34 que participa da disputa do título mundial no WCT. A decisão do Hurley Australian Open of Surfing em Sydney foi contra o taitiano Mateia Hiquily, que começou a se destacar quando barrou o tricampeão mundial Mick Fanning nas oitavas de final. Os brasileiros Jessé Mendes e Michael Rodrigues ficaram nas quartas de final que abriram o domingo e dividiram o quinto lugar em Manly Beach, passando a figurar no G-10 do QS junto com Ian Gouveia. Já a final feminina foi australiana e Laura Enever ganhou da vice-campeã mundial Tyler Wright.

Laura Enever foto Owen

Laura Enever foto Owen

O paulista Jessé Mendes foi o primeiro a se apresentar, mas o australiano Ryan Callinan achou as melhores ondas que entraram na bateria para vencer por 16,66 a 13,27 pontos. O cearense Michael Rodrigues entrou na última quarta de final e também não conseguiu duas notas consistentes na primeira participação do líder Kolohe Andino nas boas ondas de 3-4 pés do domingo de praia lotada em Manly Beach. O americano ganhou essa com boa vantagem de 14,33 a 9,67 pontos, mas passou um sufoco para vencer o australiano Stu Kennedy nas semifinais por 13,60 a 13,46. Foi logo depois de Mateia Hiquily estabelecer um novo recorde de 17,63 pontos na briga pela primeira vaga na grande final com Ryan Callinan.

Jesse Mendes foto Surflove

Jesse Mendes foto Surflove

Mas, na decisão do título o taitiano não repetiu esse desempenho, enquanto Kolohe Andino achou boas ondas e acertou todas as manobras que arriscou para somar notas 9,73 e 7,33 na vitória por 17,06 a 10,13 pontos. Além dos 6.000 pontos no ranking, o californiano faturou 25 mil dólares de prêmio, com Mateia Hiquily ficando com 12 mil dólares e 4.500 pontos que o levaram direto para o segundo lugar no ranking em sua estreia na temporada 2015. Dos brasileiros no G-10, Jessé Mendes é o quinto colocado, seguido por Ian Gouveia em sexto e Michael Rodrigues divide a sétima posição com o havaiano Fredrick Patacchia, após as quatro etapas completadas em Sydney.

Michael Rodrigues foi um destaque entre a concorrência, virando cabeças em cada calor surfou. toto Owen

Michael Rodrigues foi um destaque entre a concorrência, virando cabeças em cada bateria que surfou. toto Owen

DECISÃO AUSTRALIANA – No WSL QS 6000 feminino, a vencedora na decisão australiana do Hurley Australian Open of Surfing foi Laura Enever, batendo a vice-campeã mundial Tyler Wright por 14,77 a 13,94 pontos. Mas a líder no ranking é a havaiana Tatiana Weston-Webb, uma das novidades da elite do WCT este ano e que perdeu por menos de um ponto para a campeã nas semifinais, 13,16 a 13,07 pontos.

Com o título em Sydney, Laura Enever agora divide a segunda posição com a ex-líder, Mahina Maeda, do Havaí, que começou o ano com vitória no QS 6000 da China. Apenas quatro sul-americanas competiram na Austrália e só a equatoriana Dominic Barona conseguiu passar uma bateria em Manly Beach, terminando em 17.o lugar no evento. Ela divide o quinquagésimo lugar no ranking com mais quatro surfistas que também perderam nessa fase em Sydney.

[gmedia id=22]

PRÓXIMAS ETAPAS – A “perna australiana” da World Surf League parte agora para o tradicional Festival de Newcastle realizado em homenagem ao tetracampeão mundial Mark Richards, com o Burton Automotive Pro promovendo a segunda etapa masculina do QS 6000 esse ano, junto com uma feminina do QS 1000 a partir desta segunda-feira nas ondas de Merewether Beach. Esta é a última etapa do WSL Qualifying Series na Austrália e a próxima para os homens será na América do Sul, com o QS 1500 Rip Curl Pro Argentina abrindo o calendário do WSL South America Surf Series 2015 do dia 31 de março a 5 de abril na Playa Grande de Mar del Plata.

RESULTADOS FINAL DO WSL QS 6000 HURLEY AUSTRALIAN OPEN OF SURFING:

Campeão: Kolohe Andino (EUA) por 17,06 (notas 9,73+7,33) – US$ 25.000 e 6.000 pontos
Vice-campeão: Mateia Hiquily (TAH) com 10,13 (5,13+5,00) – US$ 12.000 e 4.500 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 5.500 e 3.550 pontos:

1.a: Mateia Hiquily (TAH) 17.63 x 15.70 Ryan Callinan (AUS)
2.a: Kolohe Andino (EUA) 13.60 x 13.46 Stu Kennedy (AUS)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.000 e 2.650 pontos:

1.a: Mateia Hiquily (TAH) 14.83 x 7.66 Jonathan Gonzalez (CNY)
2.a: Ryan Callinan (AUS) 16.66 x 13.27 Jessé Mendes (BRA)
3.a: Stu Kennedy (AUS) 17.43 x 13.23 Fredrick Patacchia (HAV)
4.a: Kolohe Andino (EUA) 14.33 x 9.67 Michael Rodrigues (BRA)

FINAL FEMININA DO QS 6000 HURLEY AUSTRALIAN OPEN OF SURFING:

Campeã: Laura Enever (AUS) por 14,77 (notas 7,77+7,00) – US$ 8.000 e 6.000 pontos
Vice-campeã: Tyler Wright (AUS) com 13,94 (7,77+6,17) – US$ 4.000 e 4.500 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 1.900 e 3.550 pontos:

1.a: Laura Enever (AUS) 13.16 x 13.07 Tatiana Weston-Webb (HAV)
2.a: Tyler Wright (AUS) 12.93 x 11.60 Nikki Van Dijk (AUS)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 1.150 e 2.650 pontos:

1.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) 15.60 x 13.77 Malia Manuel (HAV)
2.a: Laura Enever (AUS) 15.33 x 7.34 Georgia Fish (AUS)
3.a: Tyler Wright (AUS) 13.83 x 13.50 Bronte Macaulay (AUS)
4.a: Nikki Van Dijk (AUS) 16.87 x 16.60 Sage Erickson (EUA)

G-10 DO RANKING DO WSL QUALIFYING SERIES 2015 – 4 etapas:

1.o: Kolohe Andino (EUA) – 8.260 pontos
2.o: Mateia Hiquily (TAH) – 4.500
3.o: Stu Kennedy (AUS) – 3.945
4.o: Ryan Callinan (AUS) – 3.550
5.o: Jessé Mendes (BRA) – 3.250
6.o: Ian Gouveia (BRA) – 3.140
7.o: Fredrick Patacchia (HAV) – 3.010
7.o: Michael Rodrigues (BRA) – 3.010
9.o: John John Florence (HAV) – 3.000
10.o: Mason Ho (HAV) – 2.900

———-próximos sul-americanos até 100:

16: Jean da Silva (BRA) – 1.660 pontos
19: Alejo Muniz (BRA) – 1.550
25: Luel Felipe (BRA) – 1.380
29: Hizunomê Bettero (BRA) – 1.250
39: Deivid Silva (BRA) – 1.010
41: Wiggolly Dantas (BRA) – 1.000
63: Alan Donato (BRA) – 760
66: Marco Giorgi (URU) – 730
66: Miguel Tudela (PER) – 730
69: Tomas Hermes (BRA) – 700
69: Caio Ibelli (BRA) – 700
69: Santiago Muniz (ARG) – 700
69: David do Carmo (BRA) – 700
69: Caetano Vargas (BRA) – 700
76: Lucas Silveira (BRA) – 675
81: Pedro Henrique (BRA) – 610
96: Halley Batista (BRA) – 550

PRÓXIMAS ETAPAS DO WSL QUALIFYING SERIES PREVISTAS NO PRIMEIRO SEMESTRE:

5.a: Fev 16-22 – QS 6.000 Burton Automotive Pro em Merewether Beach, Newcastle (AUS)
6.a: Mar 31-05 – QS 1.500 Rip Curl Pro Argentina em Playa Grande, Mar del Plata (ARG)
7.a: Abr 08-12 – QS 1.000 a confirmar: Papara Surf Festival em Papara no Taiti
8.a: Abr 21-25 – QS 3.000 Martinique Surf Pro em Basse Point, Ilha Martinica, Caribe (FRA)
9.a: Abr 28-02 – QS 10.000 Lowers Pro em Lower Trestles, San Clemente, Califórnia (EUA)
10: Mai 04-10 – QS 10.000 Quiksilver Saquarema Prime na Praia de Itaúna, Saquarema-RJ (BRA)
11: Jun 15-21 – QS 6.000 Los Cabos Open of Surf em Zippers Beach, San Jose del Cabo (MEX)
12: Jun 29-05 – QS 10.000 a confirmar Ballito Pro em Willard´s Beach, Ballito, KwaZulu-Natal (AFR)

G-6 DO WSL QUALIFYING SERIES FEMININO – 3 etapas:

1.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) – 7.100 pontos
2.a: Laura Enever (AUS) – 6.700
2.a: Mahina Maeda (HAV) – 6.700
4.a: Bronte Macaulay (AUS) – 6.050
5.a: Paige Hareb (NZL) – 5.550
6.a: Nikki Van Dijk (AUS) – 4.600

————-sul-americanas no ranking:

50: Dominic Barona (EQU) – 1.050 pontos
66: Anali Gomez (PER) – 650
87: Carol Henrique (BRA-PRT) – 385
87: Karol Ribeiro (BRA) – 385

PRÓXIMAS ETAPAS DO WSL QS FEMININO PREVISTAS NO PRIMEIRO SEMESTRE:

4.a: Fev 18-22 – QS 1.000 Burton Automotive Pro em Merewether Beach, Newcastle (AUS)
5.a: Mar 16-27 – QS 1.000 Surf n Sea Pipeline Por em Banzai Pipeline, Oahu (HAV)
6.a: Mar 26-29 – QS 6.000 Port Taranaki Pro NZ Home Loans Surf Festival em Fitzroy Beach (NZL)
7.a: Jun 15-21 – QS 6.000 Los Cabos Open of Surf em Zippers Beach, San Jose del Cabo (MEX)

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=1519