Descubra o que é o coeficiente de Marés

A amplitude das marés varia no espaço e no tempo.

Nas Tabelas de Marés aparecem uns coeficientes de marés que nos indicam a amplitude da maré prevista (diferença de altura entre as consecutivas preias-mar e baixas-mar de um lugar).

O coeficiente de marés máximo possível é 120, correspondente à maior preia-mar e baixa-mar que possa ocorrer excluindo os efeitos meteorológicos. Os coeficientes de marés se calculam partindo dos seguintes parâmetros do sol e da lua: ascensão reta, declinação, paralaxe e distância da Terra ao astro.

Apesar de que os coeficientes de marés sejam os mesmos para todo o planeta, afetam de maneira muito diferente à amplitude das marés em função do lugar onde estamos. Esta variação de amplitude é quase nula nos mares fechados, só quando se produzem ressonâncias locais (por exemplo, chega a ser de 1 m em Veneza); é débil no meio dos oceanos, mas costuma se amplificar muito ao propagar-se até as costas continentais.

As maiores marés do mundo são na Baía de Fundy, Canadá (17 m) e na Baía de Mont Saint-Michel, França (15,5 m).

No espaço

Existe marés de intensidade débil (nas áreas próximas ao equador terrestre, as marés somentem costumam atingir algumas dezenas de centímetros). Em outros lugares existem marés de intensidade forte (exemplo: costas francesas na Baía de Saint-Malo) onde ultrapassam os 10 metros.

No tempo

O coeficiente e como consequência a amplitude das marés seguem as fases da lua com suaves desníveis nos quartos minguante e crescente; e grandes desníveis no momento da lua nova e da lua cheia. As diferenças de amplitude entre marés baixas e altas mostram grandes contrastes. Em Saint_Malo a diferença de nível entra a preia-mar e a baixa-mar diminui até três metros em períodos de marés baixas e atinge treze metros em período de marés altas.

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=6727