O catarinense Yago Dora é o campeão do QS 10000 Vans US Open

HUNTINGTON BEACH, UNITED STATES – August 4: Yago Dora e Sage Erickson (Photo by Kenny Morris/WSL via Getty Images)

O catarinense usou os aéreos para ganhar a semifinal brasileira com Alex Ribeiro e o australiano Liam O´Brien na final com a vitória o levando para a quarta posição no WSL Qualifying Series.

O catarinense Yago Dora recolocou a bandeira brasileira no alto do pódio do maior palco do surfe norte-americano na Califórnia. Ele usou os aéreos para liquidar seus adversários no domingo em Huntington Beach e conquistar o título do Vans US Open of Surfing. A última vitória brasileira tinha sido em 2016 com Filipe Toledo, antes do bicampeonato do japonês Kanoa Igarashi. Com o título sobre o australiano Liam O´Brien no segundo QS 10000 do ano, Yago saltou da quinquagésima para a quarta posição no ranking do WSL Qualifying Series, agora liderado pelo francês Jorgann Couzinet, seguido pelo potiguar Jadson André e pelo paulista Alex Ribeiro, derrotado pelo catarinense na semifinal. Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=20390

Medina faz historia ao ser o primeiro goofy en vencer em J-Bay desde 1984.

Gabriel Medina, Supertubes, Jeffreys Bay, South Africa. (Photo by Ed Sloane/WSL via Getty Images)

Gabriel Medina fez os recordes do Corona Open J-Bay na decisão inédita com Italo Ferreira entre dois goofy-footers nas direitas da África do Sul e Filipe Toledo ficou em terceiro lugar.

Uma final fantástica e inédita entre dois brasileiros que surfam de costas para as direitas de Jeffreys Bay, fechou o Corona Open J-Bay com o bicampeão mundial Gabriel Medina fazendo os recordes do campeonato para bater o potiguar Italo Ferreira por 19,50 a 16,77 pontos. Desde 1984, um goofy-footer não vencia a etapa sul-africana e o Brasil conseguiu quebrar esse tabu em dose dupla, com dois finalistas que surfam com o pé direito à frente da prancha nas direitas mais longas do World Surf League Championship Tour. Com a vitória, Medina subiu para o sétimo lugar no ranking e é o atual campeão das duas próximas etapas. Ele agora tem chances até de brigar pela liderança no Tahiti Pro Teahupoo, que começa em 21 de agosto na Polinésia Francesa, assim como Italo Ferreira e o novo vice-líder, Filipe Toledo. Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=19887

Filipe Toledo é tricampeão do Oi Rio Pro em Saquarema

RIO DE JANEIRO, BRAZIL – JUNE 23: (left-right) Carissa Moore of Hawaii runner-up, Sally Fitzgibbons of Australia winner, Filipe Toledo of Brazil winner and Jordy Smith of South Africa runner-up in the 2019 Oi Rio Pro at Barrinha, Saquarema on June 23, 2019 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Damien Poullenot/WSL via Getty Images)

Filipe e a australiana Sally Fitzgibbons igualaram o recorde de três vitórias nos 30 anos de história da etapa brasileira do WSL Championship Tour no estado do Rio de Janeiro.

O paulista Filipe Toledo fez a festa mais uma vez com a imensa torcida que lotou Saquarema, com uma apresentação impecável nas ondas da Barrinha, para conquistar um incrível tricampeonato nas cinco edições do Oi Rio Pro, que estreou em 2015 com vitória dele mesmo. Filipe aumentou seu próprio recorde de pontos na final contra o sul-africano Jordy Smith e igualou o feito do australiano Dave Macaulay, único que tinha três títulos nos 30 anos de história da etapa do World Surf League Championship Tour no estado do Rio de Janeiro. A australiana Sally Fitzgibbons já tinha conseguido isso na final com a havaiana Carissa Moore, repetindo o tricampeonato da compatriota Pauline Menczer também na década de 90. Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=19299

John John e Lakey vencem o Margaret River Pro 2019


A gaúcha Tatiana Weston-Webb foi vice-campeã na final com Lakey Peterson e John John Florence disparou na liderança do ranking com a vitória sobre Kolohe Andino na Austrália.

A gaúcha Tatiana Weston-Webb representou o Brasil no pódio do Margaret River Pro, nesta terça-feira na Austrália. Ela acabou não conseguindo o título na final contra a norte-americana Lakey Peterson nas ondas de 6-8 pés em Main Break, enquanto o paulista Caio Ibelli foi derrotado nas semifinais pelo campeão, John John Florence, ficando em terceiro lugar. Com a vitória sobre o californiano Kolohe Andino na final, o havaiano disparou na frente da corrida pelo título mundial da temporada. O próximo desafio dos melhores surfistas do mundo será no Brasil, com o Oi Rio Pro começando no dia 20 em Saquarema, com prazo até 28 de junho para ser encerrado na “Cidade do Surf” da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=19046

Gilmore e Kanoa vencem o Corona Bali Protected 2019

Kanoa Igarashi conquistou a primeira vitória do Japão no World Surf League Championship Tour e Stephanie Gilmore ganhou sua trigésima etapa com nota 10 na final australiana na Indonésia

O Corona Bali Protected foi encerrado no último dia do seu prazo, com as ondas finalmente aparecendo no sábado com boas condições em Keramas para fechar a terceira etapa do World Surf League Championship Tour 2019 na Indonésia. As quartas de final vinham sendo adiadas desde terça-feira e começaram com o cearense Michael Rodrigues passando para as semifinais pela primeira vez. Mas, o francês Jeremy Flores o derrotou depois, impedindo o bicampeonato do Brasil em Bali. Já Filipe Toledo perdeu para Kelly Slater, barrado nas semifinais pelo japonês Kanoa Igarashi, que festejou sua primeira vitória em etapas do CT para tirar a vice-liderança no ranking do potiguar Italo Ferreira. No feminino, Stephanie Gilmore ganhou a final australiana com Sally Fitzgibbons e assumiu a dianteira na corrida pelo título mundial da temporada. Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=18969

John John Florence toca o sino no Rip Curl Pro Bells Beach 2019

John John Florence, Hawaii, Bells Beach, Australia.  (Photo by Matt Dunbar/WSL via Getty Images)

O havaiano tirou a lycra amarela do Jeep Leaderboard de Italo Ferreira com a vitória e Courtney Conlogue ganhou o título feminino de Malia Manuel com a primeira nota 10 do ano.

O havaiano John John Florence conseguiu parar a incrível série de dez vitórias brasileiras nas últimas onze etapas do World Surf League Championship Tour, no mar clássico do sábado de praia lotada em Bells Beach, na Austrália. E ainda tirou a lycra amarela do Jeep Leaderboard do Italo Ferreira, ao vencer a decisão com Filipe Toledo no Rip Curl Pro Bells Beach. Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://www.floripasurfreport.com.br/?p=18583