Oi Rio Pro é adiado para o sábado no Postinho da Barra da Tijuca

Marcos Fernandez, foto Smorigo

Marcos Fernandez, foto Smorigo

Também já foi confirmado que não haverá competição na sexta-feira e a próxima chamada para a continuação da etapa brasileira da World Surf League será as 6h30 do sábado no Postinho da Barra da Tijuca

By João Carvalho
A continuação do Oi Rio Pro apresentado por Corona foi adiada na quinta-feira por causa das ondas pequenas na Praia de Grumari. A decisão só foi anunciada na terceira chamada do dia, as 10h30, depois da comissão técnica aguardar para ver se a mudança da maré iria melhorar as ondas, o que não aconteceu. Também já foi confirmado que não haverá competição na sexta-feira pelas previsões do mar e a próxima chamada foi marcada para as 6h30 do sábado na arena do Postinho da Barra da Tijuca e não em Grumari, como nos primeiros dias da etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour.

Dois atletas que precisam passar suas próximas baterias falaram sobre a decisão da comissão técnica do Oi Rio Pro apresentado por Corona. A tricampeã mundial Carissa Moore perdeu o confronto que fechou a quarta-feira para a hexacampeã Stephanie Gilmore e vai disputar a última vaga para as quartas de final com a também australiana Bronte Macaulay, fechando a rodada que pode abrir o próximo dia.

Carissa Moore, foto Smorigo (Cópia)

“Eu, na verdade, estou meio dividida”, disse Carissa Moore. “Se o campeonato fosse rolar, tudo bem, porque achei que tinha algumas oportunidades nestas ondas que estão rolando hoje (quinta-feira). Mas, se tivermos melhores condições nos próximos dias, é bom esperar também. Então vou cair no mar agora para pegar umas ondinhas e depois vou para o hotel relaxar”.

O australiano Matt Wilkinson, que defende a liderança no ranking da World Surf League no Oi Rio Pro, também ficou em dúvida sobre o adiamento na quinta-feira: “É, eu não sei direito. Tem umas ondas divertidas, mas estão pequenas e a previsão mostra que vai aumentar nos próximos dias. Está complicado, mas acho que não vai ter nenhum dia com ondas muito boas. É muito difícil ter que tomar essa decisão e fico feliz não ser minha responsabilidade (risos)”.

Ryan Callinan , foto Kelly Cestari

Ryan Callinan , foto Kelly Cestari

JEEP RANKINGS LEADER – Matt Wilkinson começou a temporada de forma fulminante, vencendo as duas primeiras etapas do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour 2016 na Gold Coast e em Bells Beach, na Austrália. No Oi Rio Pro, o australiano só precisa vencer uma bateria para manter a lycra amarela do Jeep Rankings Leader para o próximo desafio do ano, nas Ilhas Fiji. A primeira ele perdeu para o baiano Marco Fernandez, campeão da triagem da Federação de Surf do Rio de Janeiro (FESERJ) na segunda-feira em Grumari. Agora vai enfrentar o bicampeão mundial Pro Junior, Deivid Silva, no segundo duelo da segunda fase.

Mesmo que termine em último lugar no Oi Rio Pro, Matt Wilkinson só perde a lycra amarela do Jeep Rankings Leader se o brasileiro Italo Ferreira, ou o havaiano Sebastian Zietz, vencer a etapa brasileira da World Surf League no Rio de Janeiro. Caso contrário, o australiano permanece na frente da corrida pelo título mundial da temporada. Italo Ferreira estreou na terça-feira com os recordes do campeonato (nota 9,0 e 16,50 pontos), enquanto Zietz perdeu para o catarinense Alejo Muniz e terá um confronto havaiano contra Keanu Asing na sua segunda chance de classificação para a terceira fase.

Filipe Toledo, foto Lemos

Filipe Toledo, foto Lemos

A segunda fase masculina já vai começar quente, com o campeão mundial Adriano de Souza fazendo um duelo brasileiro com o baiano Bino Lopes, Matt Wilkinson defendendo a liderança do ranking na segunda bateria com o paulista Deivid Silva e Gabriel Medina entrando na quarta com Alex Ribeiro em outro confronto verde-amarelo da repescagem. Se a comissão técnica do Oi Rio Pro decidir iniciar o próximo dia pela categoria feminina, a primeira bateria a entrar no mar do Postinho da Barra será a da havaiana Malia Manuel com a australiana Keely Andrew pela quarta fase.

Oi Rio Pro apresentado por Corona será realizado com patrocínio da Oi, Samsung, Jeep, Go Pro, Airbnb, Riotur, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, Visit.Rio, Governo do Estado do Rio de Janeiro pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Furnas e Guaraná Antarctica. O Oi Rio Pro será transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo canal ESPN+.

SEGUNDA FASE – Vitória=Terceira Fase e Derrota=25.o lugar com 500 pontos e US$ 9.000 de prêmio:

1.a: Adriano de Souza (BRA) x Bino Lopes (BRA)
2.a: Matt Wilkinson (AUS) x Deivid Silva (BRA)
3.a: Julian Wilson (AUS) x Dusty Payne (HAV)
4.a: Gabriel Medina (BRA) x Alex Ribeiro (BRA)
5.a: Jeremy Flores (FRA) x Jack Freestone (AUS)
6.a: Kolohe Andino (EUA) x Matt Banting (AUS)
7.a: Sebastian Zietz (HAV) x Keanu Asing (HAV)
8.a: Caio Ibelli (BRA) x Jadson André (BRA)
9.a: Adrian Buchan (AUS) x Miguel Pupo (BRA)
10: Wiggolly Dantas (BRA) x Stu Kennedy (AUS)
11: Josh Kerr (AUS) x Kanoa Igarashi (EUA)
12: Conner Coffin (EUA) x Michel Bourez (TAH)

QUARTAS DE FINAL DO OI RIO WOMEN´S PRO:

1.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x vencedora da 1.a bateria da Quarta Fase
2.a: Courtney Conlogue (EUA) x vencedora da 2.a bateria da Quarta Fase
3.a: Tyler Wright (AUS) x vencedora da 3.a bateria da Quarta Fase
4.a: Stephanie Gilmore (AUS) x vencedora da 4.a bateria da Quarta Fase

QUARTA FASE – Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 3.300 pontos e US$ 10.500:

1.a: Malia Manuel (HAV) x Keely Andrew (AUS)
2.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) x Sage Erickson (EUA)
3.a: Johanne Defay (FRA) x Laura Enever (AUS)
4.a: Carissa Moore (HAV) x Bronte Macaulay (AUS)

Link permanente para este artigo: https://www.floripasurfreport.com.br/?p=5488